segunda-feira, 2 de março de 2015

Empregos e vagas offshore 2015 / post. 2

Março chegando e aqui o Blog inicia o mês com mais um post  de vagas, pacotão para ajudar geral que está na seca (!!!) caçando uma oportunidade...confiram abaixo:

 VAGA 1: Técnico de serviços (on shore)

  • Técnico em mecânica ou similar com o respectivo reg. no CREA;
  • Conhecimento em inspeção de acessórios de movimentação de carga; 
  • Normas técnicas relacionadas a cabos de aço, ponte rolante, guindastes .....
  • Qualificação e certificação de END em LP e PM imprescindível;
  • Inglês avançado
  • Residir próximo de Macaé ou Rio das Ostras / RJ
  • CV p / rh@flukeengenharia.com.br ou daniellevianna@flukesubsea.com.br 

VAGA 2: Técnico de planejamento II

  • Ensino máedio técnico com CREA ou CRA;
  • Local Macaé / RJ;
  • Experiância de 2 anos como técnico de planejamento;
  • Domínio de SAP, emitir RT de pessoal e material;
  • Salário + VR + VT + PS e OD + Cesta básica
  • CV p / recrutamentoeseleção2016@gmail.com
VAGA 3: Assistente administrativo

  • Ensino médio completo, com domínio do software Navision;
  • 1 ano de experiência em compras;
  • Salário R$1500,00 mais benefícios;
  • CV  p/ recrutamentomacae@delcostarh.com.br , indicando no campo assunto a vaga desejada.


VAGA 4: Auxiliar de manutenção offshore (Hotelaria)

  • Ensino fundamental completo;
  • Minimo de 2 anos de experiência em manutenção de mobiliários, fechaduras, instalações hidrosanitárias e reparos de pequeno porte em alojamentos;
  • CV p/ recrutamento@globalcatering.com.br mencionando o cargo pretendido no campo assunto
Vaga 5: Estoquista 

  • Ensino médio completo;
  • Dominio de informática para operar software de controle de estoque;
  • Recebimento e controle de produtos;
  • Auxiliar na entrega de materiais mediante requisição;
  • Realizar inventário de materiais
  • CV p/ recrutamento@globalcatering.com.br mencionando o cargo pretendido no campo assunto
Mega...ultra boa sorte !!!

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Empregos e vagas offshore 2015 / post. 1

Para descolar um trabalho on ou offshore, ainda que o carnaval esteja em cima, muito foco e um pouco de sorte ajudam...confiram o primeiro pack de vagas do Blog neste ano:

VAGA 1: Técnico em mecânica

  • Formação técnica em mecânica com CREA ativo
  • LP e PM ABENDI
  • Executará serviços de manutenção em equipamentos de movimentação de carga.
  • Experiência com teste de carga e normas específicas de certificação
  • Inglês intermédiário
  • CV p/    rh@flukeengenharia.com.br  com o assunto o título da vaga

VAGA 2: Técnico em segurança do trabalho (Macaé / RJ )


  • Curso completo com registro no MTE
  • Residir em Macaé
  • Experiência em obras civis
  • Curso de NR-35
  • Salário R$2700,00 + VT + VR + café no local
  • CV P/ zaila.rh@hotmail.com , com cv anexado PDF.
VAGA 3: 1º ON (FULL DP)

  • FULL DP
  • Experiência e documentação em dia
  • Inglês fluente
  • CV P/ amanda.pereira@galáxia maritima.com.br

VAGA 4: Guindasteiro  (SPARROW 3) e Guinadsteiro nível 2

  • Operadora multinacional do segmento de óleo & gás
  • Experiência na função para ambas as posições
  • CV P/ luana.legname@aldeia.com

VAGA 5: Control room operator

  • Empresa multinacional
  • Experiência em FPSO
  • Inglês avançado
  • Preferência candidatos do RJ ou ES.
  • CV P/ luana.legname@aldeia.com


Lembrando que o Blog repassa as vagas que tem haver com o perfil relacionado com a indústria de óleo & gás, naval e offshore.No pós carnaval teremos uma melhora no cenário das vagas...acredito ..com muita fé !!!

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Trabalho offshore 2015 / PT 3

Relações pessoais no meio offshore


Chegamos a 3ª parte sobre trabalho offshore, falaremos sobre pessoas que são o componente fundamental e mais importante no funcionamento de uma unidade ou embarcação.Primeira dica fundamental é se não está fazendo muitos amigos pelo menos não faça inimigos, é complicado a convivência com pessoas de diferentes cultura , formação, nacionalidades, religião e valores, são muitas variáveis....mas NÃO faça inimigos ok !
Mencionei a "técnica da empresa satélite" se gostou e fará uso boa sorte, mas a "técnica do silêncio" é importante aliada, pois ser contrato por uma empresa e falar que tem interesse em outra na qual o seu atual contratante é prestador de serviço é atestado de burrice.Então boca fechada, aprenda e ganhe experiência que sua hora vai chegar !!!
Muita história se ouve de pessoas que embarcam, 90 % é historinha e "pagação de mistério" e quando acontece uma emergência real estes são os primeiros a correr e entrar em pânico.A maioria dos embarques ocorrem sem alteração, fruto de disciplina na busca do "zero" acidente com todos sabendo o que fazer em suas funções e o embarque ocorre tranquilo sem anormalidades, o trabalho offshore hoje é muito mais seguro e com muitas ferramentas de controle e prevenção de acidentes.
As emergências podem acontecer e por isso são importantes os simulados à bordo e treinamentos em terra que podem ocorrer quando empresa solicita e encaminha as equipes para realizarem na folga um ou outro curso.Embora sejam remunerados, as vezes, fica cansativo realizar um curso na folga mas isso reflete em melhor segurança e produtividade à bordo, não reclame e faça seu curso se for convocado durante a folga, não entre em pilha errada de gente que vive reclamando !
Se já estiver finalmente próximo de embarcar entenda que existe uma hierarquia à bordo mas até o mais novo trainee que chegou lá antes de você tem algo a lhe ensinar, respeite todos pois todos são importantes indenpendente de sua função à bordo.Dedique-se a aprender, ouvir e participar das atividades, seja prestativo (não "baba" ovo !) mesmo em funções que não são relacionadas com a sua, mas cuidado com os acidentes e desvio de função !
Dica importantíssima, falei sobre historinhas, cuidado com que lhe falam e o que você traz para a terra, proteja as informações de sua empresa, cuidado com as redes sociais.Pegando meu exemplo, sou blogueiro, mas não exponho a empresa da qual faço parte ou compartilho informações ou expeculações em meu blog ou redes sociais, fiquem atentos pois é mais uma rota para perder o emprego fácil ...fácil !!!
Por último e não menos importante, se não está saudável providencie regularizar sua saúde em geral (peso, hipertensão, diabetes, tabagismo), além de dificultar uma contratação pode resultar em um desembarque de emergência devido a problemas de saúde e isso vai "queimar o seu filme" literalmente pois a empresa fica na dúvida se pode contar com você  no embarque seguinte, realmente.Mantenha a disciplina durante toda a sua folga, se você se machucar na "pelada " do fim de semana e ficar sem poder embarcar ?
Para quem já embarca acredito que a série destes 3 posts não tenha ajudado muito, pois algumas coisas são óbvias até no ambiente on shore, mas os posts foram para ajudar a quem está na luta para embarcar, assim como as vagas que sempre são publicadas por aqui !
Desejo um 2015 de "mar calmo" para todos nós e tenhamos fé que após toda a tempestade  o bom tempo chega e nosso mercado offshore continue como boa opção de emprego para quem deseja fazer carreira, juntar uma grana e depois sair fora, em fim que todos possamos trabalhar tranquilo e mantermos nossos planos e objetivos pessoais e familiares em curso !
Eu sou Fábio Cabral e esse é o MUNDO NAVAL E OFFSHORE ....um super abraço !

Trabalho offshore 2015 / PT 2.

Escalas de serviço no meio offshore



Seguimos com a 2ª parte sobre trabalho offshore, uma série de 3 posts para ajudar os colegas que necessitam de informações para conseguirem seu primeiro embarque.
Eis um tema de grande importância a se considerar para quem pretende embarcar e também a porta aberta para a desistência, indisciplina e como consequência a perda do emprego.Logo independente da escala, a qual explico melhor logo abaixo para os leigos, todos devem respeitar sua escala de serviço sem "armações" ,"histórinha tristes", em fim vida de embarcado inclui passar datas importantes no mar, não estar perto da família durante momentos difíceis ou alegres, é FATO !
Reflitam sobre o exposto acima e vamos as escalas as quais explico as mais comuns que são o 14 x 14 (14 dias no mar e 14 dias em terra ) uma escala que passa muito rápido e as vezes te complica, 28 x 28 (escala comum aos marítimos ), 45 x 45 (escala sinistra comum em FPSO ), 14 x 21 (comum para o pessoal BR ) é o sonho dos terceirizados.Em fim são estas as escalas mais comuns, mas existem escalas sinistras como a 3 x 1 ( 3 meses no mar e 1 mês em terra !!! ) , por aí vai, depende da função, empresa ou unidade (sonda, navio, FPSO, etc...) !
Em algum momento seja qual for a escala, ela pode te favorecer ou lhe estressar, na de 14 x 14 por exemplo quase sempre coisas ficam pendentes a resolver em terra, a família tem que ser esperta e resolver seus problemas sem você em casa.E muita parceria é importante para que fatos não deixem o embarcado desesperado, apesar das redes sociais !!!
Importante considerar que ninguém é obrigado a ficar embarcado dependendo do que acontecer, mas não se desembarca de imediato e existe toda uma lógistica que depende muito da metereologia e do motivo pelo qual a pessoa alega querer desembarcar.Portanto "surtos" e frescuras não combinam com a atividade offshore, resolva seus problemas durante sua folga em terra e deixe-os lá, não traga seu problemas para bordo,pois muitos perdem seus empregos de forma rápida, devido a problemas pessoais que atrapalham seu rendimento durante o embarque....ninguém é insubstituível, guarde esta frase !
Em condições normais falando sobre desembarque ( oba volta pra casa !) eu mencionei a metereologia, é um dos fatores que pesa muito para quem desembarca / embarca por vôo e muitas vezes a aeronave que vai te levar pra casa é cancelada.O jeito é colocar o macacão e retomar o turno parceiro...sem frescura e abraçar a missão por quê vôo só no dia seguinte, talvez !
Outro tipo de embarque / desembarque é o de alguns navios ( como o que eu embarco atualmente) o desembarque é no porto ou fundeio, ou seja, não dependemos de helicóptero para a troca de turma.É calculado o tempo de retorno e a logística para o porto que tem vaga e então as equipes passam serviço na data certa do desembarque, alguns estresses são normais mas é melhor do que vôo cancelado rsrsrs !!!
Nos vemos na parte 3 , aguardo perguntas, posto o restante do tema ainda hoje....abs !!

Trabalho offshore 2015 / PT. 1

Como trabalhar embarcado ?

 

Este é o primeiro post falando sobre o tema a qual recebo inúmeras perguntas e que tem até E-Book na web sendo vendido falando sobre como proceder para conseguir o tão sonhado primeiro embarque, mas aqui dividido em 3 posts, os colegas receberão uma ajuda gratuita, retomando com força o Blog em 2015 !
Em primeiro plano analisamos o mercado neste início de 2015, nos deparamos com um cenário de  "mar agitado" e ruin para a atividade offshore devido aos problemas de corrupção com a Petrobrás (um dia a casa ia cair e caiu !!!) e o cenário do petróleo no mundo com preços baixos para o "ouro negro".Existem barcos sem serviço, sondas de perfuração retornando para seus países ( diária média de USD 600.000,00 !!!), contratos que estavam certo de renovarem talvez não renovem ou se renovarem serão por preços menores e com características que não sejam vantagem para as empresas que atuam nestes contratos que em média tem duração de 2 anos podendo renovar por mais 2 !
Com muita fé e esperança o amigo (a) que tem por objetivo profissional a atividade offshore (toda a atividade relacionada com exploração e produção de petróleo ) deve fazer a sua parte que é a qualificação.Nem todo mundo será engenheiro, geólogo ou oceanógrafo, mas é possível direcionar-se para profissões técnicas ou  a área marítima (Marinha Mercante ) e é essa a primeira dica que o colega deve pensar, analisando cada atividade, salários e sua real aptidão para a atividade !
Não podemos deixar de pensar nas áreas de manutenção destas unidades que são realizadas pelo pessoal de mêcanica, elétrica, soldagem, pintura, acesso por corda e mergulho profissional, rádio operador, hotelaria, elevação de carga, em fim são muitas funções a se considerar dependendo da identificação profissional de cada um !
A segunda dica, após definir seu objetivo inicial procure "todo" o universo relacionado a sua atividade escolhida,  fazendo contato com pessoas, conhecendo as empresas, estudando profundamente a atividade em sí.
Terceira dica é a "técnica da empresa satélite", ou seja, empresas ou micro - empresas que não necessariamente são offshore mas possuem relacionamento profissional sendo fornecedores de bens e serviços para as empresas que realmente são seu objetivo profissional, estas empresas são chamadas de "satélite" pois estão na "óbita" das empresas grandes e multinacionais do ramos.Inclua estas empresas em seu estudo de mercado, pode ser mais fácil uma colocação e futuramente uma oportunidade de  "transbordo" para uma empresa offshore pode surgir através de uma empresa "satélite".
Quarta dica, me perguntam sempre (!!!), se o CBSP ( antigo salvatagem) é um bom investimento eu afirmo que SIM, considerando sua validade de 5 anos, se o colega tem uma grana sobrando e tem qualificação vale fazer.Pois hoje muitas empresas recrutam com o CBSP em dia, logo quem não tem está em desvantagem em um processo seletivo ! 
Por último, o idioma inglês FLUENTE, fundamental para qualquer profissional e é o "up grade" para qualquer carreira, portanto se vira e dá um jeito de estudar e dominar o inglês ok !!!
Não deixem de ler a 2ª parte que coloco no ar ainda hoje...mega abraço !!!


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

FÉRIAS E RETORNO....

Aos leitores acidentais e assíduos, o BLOG, está em pausa até fevereiro de 2015, retomando com força total com post inicial sobre como conseguir e manter-se trabalhando na área offshore.Algo que sempre me perguntam e compartilharei com todos ok !
O BLOG tirou férias mas eu ainda não, embarquei direto incluindo natal e ano novo, faz parte e adoro meu trabalho...então FELIZ 2015....AGUARDEM POIS O BLOG RETORNA EM FEVEREIRO !
Mega abraço !!!

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Empregos e vagas offshore / post. 8

Um post rápido com mais oportunidades, confiram é rápido, leia e já vai enviando o cv !!!

VAGA 1: Siem Offshore do Brasil


  • Embarque em AHTS;
  • Experiência anterior em embarcações especiais;
  • 1 ON / 2 ON / MNC / MOC / CZA / TAA / MNM;
  • CV para renata.moreira@siemoffshore.com.br , colocando no assunto VAGA PARA AHTS


VAGA 2: Rádio operador (temporário )
  • Ensino médio completo e experiência;
  • Inglês fluente ( será testado);
  • CNS -014 , HLO ,CHT, ANATEL;
  • CBSP
  • CV português / inglês e certificados para spereira@atalsprofessionals.com


Feira do empreendedor RJ

Mais um evento interessante para os colegas que possuem seus objetivos para conciliar ou não com a vida offshore, é a interessante Feira do Empreendedor promovida pelo SEBRAE que existe desde 1994 e acontece em todos os estados.
Boas oportunidades de receber orientação, palestras, acessoria e visualizar máquinas, ferramentas equipamentos e alternativas de negócios.


  1. De 27/ 11 (5ªf) a 30/11 (dom.) - Rio Centro
  2. End. Av. Salvador Allende 6555
  3. Site da Feira : http://feiradoempreendedor.rj.sebrae.com.br

Aproveite a feira, e mais uma dica básica: "  A alma do sucesso em qualquer negócio é o segredo" !!!

Acidente fatal com mergulhador na P-31

O assunto na mídia diversa é a tal operação "Lava Jato da PF" onde estão sendo apurados os fatos sobre os absurdos nos contratos da "nossa" querida Petrobrás, fala-se até na saída da srª Graça Foster.Por enquanto (felizmente !!!) ainda não está abalado o andamento de contratos já existentes, principalmente de barcos de apoio, mas o cagaço está dando um "freio motor" em muita coisa errada que rola por aí !
Mas no baixo clero, ou seja, no mundo de quem embarca, rala muito no convés, nas alturas e no mundo submerso a mídia esquece de dar atenção ao que anda acontecendo, pois então resolvi compartilhar aqui pelo blog o que poucas pessoas pelo Face também fizeram e a  imprensa brasileira nem sequer se deu ao trabalho de dar alguma atenção ou publicar algo sobre o fato( faça uma busca no google !) .Que foi o acidente fatal com um mergulhador da empresa SISTAC na P-31 neste mês !!! 
Na semana passada estive com colegas mergulhadores, fiquei feliz de encontrar um da turma de 1999 e o outro da de 2001 do SENAI ainda em atividade ( sou da turma de 2000) e nosso papo girou sobre as dificuldades da área subaquática.Que ainda são as mesmas, tínhamos na época de nossa formação uma inocente esperança de mudar o setor para melhor e ano após ano vamos perdendo profissionais seja por afastamentos, mortes ou pela falta de horizonte profissional no setor , que foi o meu caso em especial !
Voltando ao acidente em sí, foi fatal,  nada caiu na mídia, está no esquema do "abafa", investigação ridícula e o SINTASA (Sindicato do setor) continua no esquema de voyeur, ou seja , só assiste !
Fica a minha solidariedade a família do mergulhador e maiores detalhes não posso passar para não comprometer minhas fontes que ainda atuam na área.Mas fica minha indignação com o setor subaquático que não evolui e assim vamos perdendo colegas que estavam na luta fazendo nem sempre o que gostavam, mas era a opção que acharam a melhor para sí entre muitas na área offshore !
O que respondo aos que me perguntam sobre a profissão de mergulhador offshore, a mesma resposta já há um bom tempo: faça seu curso e fuja da área subaquática no Brasil !!!



Empregos e vagas offshore / post. 7

Não poderia deixar o mês de novembro passar sem algumas vagas de trabalho, neste post em especial apenas vagas na área de QSMS, confiram 4 oportunidades....

VAGA 1: Instrutor NR -11 e NR - 18 ( West Group Treinamentos )

  • Técnico de Seg. do Trabalho com registro MTE
  • Ministrar os treinamentos de ponte rolante (formação e reciclagem).
  • Ministrar o treinamento de empilhadeira;
  • Ministrar os treinamentos de talha elétrica e demais peças de movimentação de carga;
  • NR- 18 parte amarração de cargas;
  • Contato : Denio Medeiros, Coordenador Comercial Pessoa Jurídica
    (27)9-9966-9367;(27)3026-4669.

VAGA 2: Técnico em Segurança do Trabalho (vaga onshore)

  • Empresa Horneback Offshore, local Macaé, RJ
  • Inglês fluente (será testado);
  • Experiência prévia na função e rotina do TST;
  • CV em INGLÊS com pretensão salarial para alexsandra.batista@hornbeckoffshore.com usando no assunto do email o nome da vaga para Macaé.
VAGA 3: Coordenador de QSMS 

  • Responsável por toda a rotina de SGI;
  • Experiência na implantação de SGI;
  • Formação superior completa e experiência na área;
  • Cursos na área de qualidade
  • Capacitação para ministrar treinamentos;
  • CV para  rhrl.selecao@gmail.com até 24 / 11 / 2014
VAGA 4: Técnico de enfermagem offshore

  • Ensino médio técnico completo;
  • 2 anos de experiência em CTI ou PS;
  • Básico de informática;
  • Desejável ITLS e ECC
  • CBSP (salvatagem )
  • CV para bianca.mello@iaction-plexus.com.br